Quando a aliança é colocada na mão direita, logo surge um sentimento doido, uma mistura de alegria e ansiedade. Depois vão surgindo ideias, planos e as tradicionais cobranças alheias do tipo: “Quando sai o casamento? / Já compraram o imóvel?”. Com o passar do tempo essa ansiedade levezinha torna-se uma grande TENSÃO. Pronto, agora o assunto exclusivo do casal é: imóvel, reforma, mobília, festa, lua de mel, despesas, desentendimentos, mais despesas, e mais desentendimentos... e lá se foi o romantismo, o beijo apaixonado, a conversa descontraída, os passeios e o cineminha.

Infelizmente isso é muito comum. É como se os casais de noivos colocassem toda a sua dedicação em prol das realizações do casamento, e essa não é a postura correta. Após sentir na pele essa maldita tensão pré casamento, e passar pelas crises de desentendimentos é que percebo o quanto aquela fase poderia ter sido mais gostosa. Claro que com tantas despesas e assuntos para resolver, além da necessidade de amadurecer devido à brusca mudança de solteiro a quase casado, é difícil manter o foco no relacionamento, mas posso garantir que para a coisa não desandar é fundamental lembrar que ainda são e deverão continuar sendo para sempre namorados.

Pombinhos, relaxem. Resolvam tudo com calma, pensem um no outro antes de tomarem as decisões relacionadas à festa, ao novo lar e à nova rotina. Comecem desde já a praticar a paciência e a compreensão. Não briguem, mesmo que discordem um do outro. Conversem, argumentem, cedam, pois ainda há muito chão pela frente, e a vida a dois nem começou.

O amor tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. (I Coríntios 13.7)

Beijos!

Um comentário:

  1. isso acontece mesmo...mas se não tiver amor (realmente amor) não saí nada de casam,ento!!

    bjo bjo

    respireecase.blogspot.com

    ResponderExcluir

O que você acha? Comente.

Zarpo Viagens

Festival da Noiva

Web Buffet

Siga por e-mail

Blogirls

Arquivo do blog