Riscos do Kit de berço

Já estou na reta final da gravidez... 34 semanas, apê em mini reforma, quartinho de Bia em andamento, fotos do barrigão ainda por fazer. Minha cabeça está a mil, mas sempre lembro do blog em cada etapa dos preparativos para a chegada da minha baby. Em breve, irei gravar alguns vídeos sobre minhas escolhas e novas experiências como grávida de primeira viagem. =)

Hoje, quero falar sobre uma das primeiras escolhas que fiz: abrir mão do tradicional kit de berço. Antes de tudo, quero deixar claro que este post não é uma crítica às mamães que optam por usá-lo. Sei que toda mãe quer o melhor para seus filhos e que, ao preparar o berço com almofadas lindas e fofinhas, elas estão pensando em receber o bebê com todo o conforto do mundo. Mas, informação nunca é demais, então acho válido compartilhar o motivo da minha escolha com vocês.

Para que serve o Kit de Berço:

O kit de berço é composto basicamente por almofadas que ficam na cabeceira e laterais do móvel. Além de ser um acessório super fofo, que decora o quartinho do bebê, ele é usado para evitar que a criança machuque a cabeça ou enfie bracinhos e perninhas entre as grades do berço.

Porque eu disse não:

Enquanto buscava inspiração de kits lindos na internet, encontrei algumas matérias que falavam sobre os riscos que eles oferecem ao bebê. Não sou do tipo neurótica, mas os argumentos eram bem convincentes, então, optei por não usá-lo no quarto de Bianca. Claro que quando você escolhe abrir mão de algo tradicional, há sempre quem compare: "usei com o meu filho e nada de mal aconteceu". Ok. Mas eu prefiro não arriscar à toa.

Afinal, que riscos são esses?

  • Sufocamento: Este é o principal motivo pelo qual a Sociedade Americana de Pediatria e também a Sociedade Brasileira de Pediatria é contra o uso do kit. Segundo os especialistas, o bebê pode "rolar" até uma dessas almofadas e ter o rosto coberto, impedindo a respiração. Como ainda não tem habilidade para tirar o rosto da almofada, o pequeno pode morrer sufocado. Vale lembrar que sufocamento é uma das principais causas de morte em recém-nascidos.
  • Acidente: Ao ficar um pouco mais crescidinha, a criança pode utilizar as almofadas como trampolim para escalar e pular do berço. Basta uma olhadinha rápida em vídeos no YouTube, pra ver o quanto é comum as crianças fazerem isso.
  • Outros: Alguns modelos de kits oferecem ainda mais riscos. Lacinhos e cordões podem causar estrangulamento, e peças pequenas, como botões, podem ser engolidas, causando engasgos. Parece exagero? Leia o relato de uma mãe aqui.
Os motivos acima foram mais do que suficientes para me convencer, mas ainda há mais um ponto negativo: assim como os bichinhos de pelúcia e tapetes, os kits costumam acumular ácaro e causar alergias.

Minha escolha (a solução):

Se o berço é certificado pelo Inmetro, certamente não há risco do bebê prender a cabeça ou os membros entre as grades, então não precisa se preocupar em protegê-lo delas. Mesmo assim, eu quis procurar uma alternativa que impedisse o contato direto do bebê com as grades, um protetor que não oferecesse riscos de sufocamento. Infelizmente, não há muitas alternativas no mercado, por enquanto. O único protetor de berço respirável que encontrei em lojas brasileiras (online) é de marca americana e tem um precinho meio salgado (cerca de R$ 220). Embora seja bem mais simples, ele é seguro e pode sair mais barato que o tradicional kit de berço, que geralmente custa de R$ 200 a R$ 700.


Tela de berço respirável

Isto não é um publipost. Nas lojas brasileiras, a tela protetora Breathablebaby possui poucas opções de cores (encontrei branco, bege, azul e rosa), eu optei pelo branco. Assim que o quartinho estiver pronto, mostro como ficou. Como podem ver na foto, ele é apenas uma tela simples, mas se o bebê encostar o rostinho nela, vai conseguir respirar normalmente. =)

Espero que essas informações sejam úteis para outras mamães. Qualquer dúvida ou sugestão de protetores seguros, comentem aqui embaixo, tá?

Image and video hosting by TinyPic

0 comentários:

Postar um comentário

O que você acha? Comente.

Zarpo Viagens

Festival da Noiva

Web Buffet

Siga por e-mail

Blogirls

Arquivo do blog