Oi! Tem alguém aí?

Antes de dizer que este ano não vai ter retrospectiva aqui no blog (ops, já disse!), quero desejar a vocês um Natal de paz, muuuita paz. =)

Gente, eu tava tirando as traças aqui do blog e relendo alguns posts antigos. Juro que quase não me reconheci! Tirando o fato de falar muito (porque isso não muda, né?), tive a sensação de estar lendo um diário antigo (daqueles com cadeado dourado - eu tinha!). Deu vontade de deletar algumas bobagens? Deu. Na verdade, eu pensei em excluir tudo que escrevi até 2013. Mas resolvi deixar aí guardado numa caixa, pra eu fuçar de novo qualquer dia desses e morrer de vergonha.

Este é o quarto post do ano, ou seja, que cara de pau a minha achar que ainda tem alguém por aqui, né? Saudade disso, e do quanto a blogosfera era legal antes de todo mundo se tornar "influencer", rsrs. Falando nisso, eu ainda recebo email de gente perguntando o preço da minha mesa dobrável (essa aqui). Só pra constar: ela nunca esteve à venda, viu?

Mas vamos ao que interessa...

2017 foi um ano intenso pra mim. Aparentemente, não aconteceu nada demais... A rotina foi quase a mesma o ano inteiro (por isso não vai rolar retrospectiva). Mas, internamente, a maternidade tem me transformado. Vocês sabem do que estou falando. A doação é integral, física e emocional. Às vezes, tenho a sensação de que uma parte de mim (como mulher) está voltando aos poucos de um longo recesso, enquanto a outra parte está aprendendo diariamente que esse amor altruísta é só uma gotinha do amor de Deus. Meu coração é profundamente grato a Ele pela minha família e por tudo o que vivi este ano. =)

Não sou de escrever metas para o ano novo, mas acho que este post reflete bem o que se passa aqui dentro. Sempre senti minhas emoções de forma intensa (as boas e ruins) - não sei ser de outro jeito, e o que sinto agora é que preciso urgentemente resgatar um pouquinho da mulher que entrou de recesso quando Bia nasceu. Este é o meu primeiro plano para 2018.

Tudo vai permanecer onde está e a maternidade continuará sendo minha mais importante missão. Quanto aos outros planos, volto a repetir o que disse em 2015 e 2016: o futuro está nas mãos do Senhor. Que Ele nos guie e encha os nossos corações com seus próprios sonhos.

Que Deus abençoe vocês.
Feliz 2018! =)

Beijos!
Li

2 comentários:

  1. Siimm, ainda estou por aqui. Vez ou outra venho ver se você postou algo novo. Mulher, tbm mergulhei nesse mundo materno e, literalmente, esqueci das demais áreas. Minha baby já tem 2 anos e 1 mês, mas não consigo olhar para mais nada a não ser para ela. Sei que não é o certo, mas é o que venho fazendo. rsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Te entendo demais! Mas tem que parar um pouco e se cuidar por dentro, pra não virar bola de neve, amiga. Sua baby é a coisa mais fofa. Bjs

      Excluir

O que você acha? Comente.

Zarpo Viagens

Festival da Noiva

Web Buffet

Siga por e-mail

Arquivo do blog